Pedidos de Oração

 

O poder da oração que fazemos a Deus
"Portanto, eu lhes digo: peçam, e lhes será dado! Procurem, e encontrarão! Batam, e abrirão a porta para vocês! Pois, todo aquele que pede, recebe; quem procura acha; e a quem bate, a porta será aberta. Será que alguém de vocês que é pai, se o filho lhe pede um peixe, em lugar do peixe lhe dá uma cobra? Ou ainda: se pede um ovo, será que vai lhe dar um escorpião? Se vocês, que são maus, sabem dar coisas boas aos filhos, quanto mais o Pai do céu! Ele dará o Espírito Santo àqueles que o pedirem." (Lucas 11:9-13)
Nome Pedido
 

Da Reza à Oração

Na linguagem religiosa popular brasileira, "reza" tem significado de preces recitadas, em geral em comum e com formulários próprios, tipo ladainhas, novenas, e o Rosário. Estas preces recitadas têm nutrido e nutrem grande parte dos católicos e, de certo, continuarão a ser agradáveis ao coração de muitos e ao Coração do Senhor. Contudo, todos nós sabemos que o mesmo Rosário é rezado com maior fruto, quando, de fato, os Mistérios da Vida, Paixão, Morte e Ressurreição de Nosso Senhor Jesus Cristo são contemplados. É bom e conveniente, sem perder o bem adquirido, fazê-lo crescer. É o que ajuda esta pequena e excelente obra do Pe. Guido Jonquière, SJ, "Del rezo a la oración", "Da reza à oração". Pe. Guido trabalha no Centro de Espiritualidade Inaciana de Santiago do Chile. Com larga tradição de subsídios para as comunidades eclesiais de base, meios populares e exercícios para iniciantes em fins de semana, Pe. Guido nos ofereceu este trabalho, que, acredito, lhe será muito útil.
R. Paiva, SJ

Oração de Oferecimento

Guido Jonquières, SJ
Trad. R. Paiva, SJ

Porque Deus é Deus, convém que nos ponhamos em Suas Mãos e à Sua disposição com tudo o que somos e temos.

Santo Inácio de Loyola ensinava a fazê-lo assim:

Tomai, Senhor, e recebei
toda a minha liberdade,
minha memória e entendimento
e toda a minha vontade.
Tudo o que tenho e possuo, Vós me destes.
A Vós, Senhor, restituo.
Tudo é vosso.
Disponde segundo a vossa vontade.
Dai-me vosso amor e vossa graça,
pois ela me basta.

Santa Ângela de Merici dizia o mesmo com suas próprias palavras:

Senhor, eu te peço
Que aceites minha livre vontade
E todo o meu querer,
Que, por si mesmos,
Por estarem contaminados pelo pecado,
Não sabem discernir o bem do mal.
Por isso, Senhor, recebe,
Todo o meu pensar, minhas palavras e obras,
Enfim, todo o meu ser,
Com as coisas interiores e exteriores.
Tudo ofereço aos pés de tua divina Majestade,
Rogando que te dignes recebê-lo,
Ainda que eu seja tão indigna.

E você, agora, como diria? Com essas palavras tão sentidas ou com outras mais simples? Experimenta! Será, da sua parte, um grande e belo ato de fé. E você poderá repeti-lo cada vez que lhe faça bem.

Oração de confiança

Se a oração de oferecimento lhe parecer difícil, você, pelo menos, pode fazer alguma oração de confiança em Deus Pai, em Jesus Cristo ou na Virgem Maria. Normalmente, terá que ser muito pessoal. Não é possível pedir emprestada a confiança dos outros, em vez de recorrer à própria!

Mas, se lhe ajudar, recorde esta invoqueção:

Sagrado Coração de Jesus, a ti me confio!

Você pode atualizá-la:

Coração Santo de Jesus, a ti me confio!

Ou então:

Senhor Jesus, pelo amor do teu Coração, a ti me confio!

Ou, ainda, inspirar-se em algum canto conhecido:

Eu confio em Nosso Senhor,
Com fé esperança e amor...

Ou também:

Tu em conheces quando estou sentado,
Tu me conheces quando estou de pé...
(versão musicada do Sl 138/139)

Quem sabem estas palavras de Santa Teresa de Jesus, que ele costumava repetir de si para si nas horas difíceis:

Nada te perturbe,
Nada te espante!
Tudo passa.
Só Deus não muda.
A paciência tudo alcança.
Quem a Deus tem
Nada lhe falta.
Só Deus basta!

Muito ajuda a oração à Virgem Santíssima, atribuída a São Bernardo:

Lembrai-vos,
Ó doce Virgem Maria,
Que nunca se ouviu dizer
Que tivésseis abandonado
A quem recorreu à vossa proteção,
Implorado vossa assistência
Ou pedido vossa intercessão.
Animado por esta confiança,
Ó minha Mãe e Virgem das virgens,
Venho a vós
E, gemendo sob o peso dos meus pecados,
Lanço-me a vossos pés.
Mãe de Jesus,
Não desprezeis as minhas súplicas,
Mas ouvi-me e atendei-me favoravelmente!

Variando meus modos de rezar

A oração da Igreja é muito variada. A sua oração pessoal também pode ser assim. Convém que você aprenda a variá-la, seja com rezas diversas, seja com suas próprias palavras pessoais.

Uma observação a respeito da oração pessoal:

• Você pode pronunciá-la com seus lábios: então se chama oração vocal.
• Você pode fazê-la com palavras interiores, sem mover os lábios, como quando você pensa em alguma coisa sem dizê-la em voz alta: então se chama oração mental.

Vou propor-lhe várias formas de oração vocal e mental. Você pode aproveitar todas. O que importa é não mudar por mudar, nem saber como se chama esta e aquela forma de oração, mas que você faça oração: que você fale confiantemente com seu Senhor, recorrendo àquilo que ajude mais.

Desde agora, tenha presente que, para começar qualquer oração, vocal ou mental, você precisa se dispor, como já está fazendo. Por isso, não vacile em repetir sempre o mesmo, enquanto lhe for útil. Por exemplo:

• Procure um canto e uma posição corporal que ajude;
• Pacifique-se, tranqüilize-se (mas não a ponto de dormir!);
• Feche os olhos ou fixe-os em algum ponto (na parede em frente, no chão, numa imagem do Senhor);
• Tome consciência da presença amorosa de Nosso Senhor;
• Caia em conta se algum rancor contra alguma pessoa está separando você d'Ele. Neste caso, prepare seu coração para reconciliar-se;
• Peça a Deus que ajude com seu Santo Espírito.

A oração de petição

Todos os que rezam, sabem pedir a Deus, a Nossa Senhora... Você também! Só precisa recordar aqui o que disse o Apóstolo São Tiago: Vocês não conseguem o que querem porque pedem mal, pois querem para gastá-los em seus prazeres (Tg 4,3).

Não peça, portanto, para satisfazer algum capricho, alcançar alguma coisa que atraiu seu olhar, realizar o seu gosto, para que as coisas corram do jeito que você acha melhor, mas:

• Para poder viver como verdadeiro filho, filha de Deus, contente na Presença d'Ele;
• Para que todos juntos possamos viver como irmãos, filhos do mesmo Pai, na paz, na solidariedade, no amor limpo e sincero.

Lembre-se de como são singelas e tão importantes as petições do "Pai nosso" e se inspire nelas.

Pede, também, o Espírito Santo para você e para os outros.

Rogue, com suas próprias palavras, pelo mundo inteiro, em especial pelos que:

• Sofrem por enfermidade ou injustiça;
• Morrem;
• Estão muito sozinhos;
• Estão desunidos;
• Fracassaram em alguma coisa importante;
• Têm medo do dia de amanhã;
• Desesperam;
• Jogam fora a própria vida;
• Estão tristes;
• Causam dano aos próximos;
• Têm grandes responsabilidades...

Claro! Você também pode pedir saúde, êxito no estudo ou no trabalho, um tempo bom ou a chuva necessária, bons resultados, etc. Mas perceba que isto não é o mais importante!